Explorando o Kauai-Hawaii

Updated: Jul 9, 2019

Como foi minha experiência viajando com duas crianças pequenas


Nossa viagem à três pro Kauai


Já tinha um tempo que eu queria viajar pro Kauai, uma ilha vizinha da nossa, meu marido gostava da ideia mas nunca colocou uma pilha real. Há um mês atrás ele me disse que queria ir surfar em Fiji com o cunhado por 2 semanas, eu concordei porque a gente  tinha uma viagem marcada pra la no meio de Agosto (senão eu ia querer ir também rs.)

Como eu iria ficar duas semanas sozinha com as criancas achei que seria um bom momento pra fazer a viajem pro Kauai e comecei a me organizar, aluguei uma casa no Airbnb, comprei as passagens e aluguei um carro, pra passar 5 noites por lá.

Não vou mentir, enquanto eu arrumava as malas um misto de sentimentos e emoções vieram à tona. Durante muitos anos antes de te casar e ter filhos, viajar era uma grande e importante parte da minha vida, passava pelo menos metade do ano viajando, sempre sozinha, conheci mais de 30 países (inclusive, tive um programa de viagem no Multishow, o Volta ao Mundo), e dessa vez tinha a sensação que tava fazendo as malas pra mais uma dessas viagens.

Tudo tava indo bem até eu decidir olhar a previsão do tempo. Era só chuva, tempestade com possibilidade de alagamento durante todos os dias. Foi quando começou a bater um panico, "O que eu vou fazer com duas crianças super ativas dentro de uma casa" Tentei manter a calma e confiar de que o tempo ajudaria.

A saga pra chegar no nosso destino (nosso primeiro dia)



A gente mora no North Shore de Oahu, o aeroporto fica em Honolulu, 1 hora de carro da nossa casa. Eu levei comigo uma mala pra nós 3, o assento do carro pra Jaya, o canguru pra poder carregar ela comigo, uma mochila com minhas câmeras, fraldas e uns lanchinhos.

O aeroporto tava bem tranquilo e foi super fácil de despachar tudo e ir pro portão de embarque, as crianças estavam se comportando super bem e colaborando bastante.

O voo é super curto, só 40 minutos e eu levei o Ipad pra eles assistirem um desenho.

No aeroporto!

Além de curto, o voo é lindo!



Chegamos no Kauai umas 4:30 da tarde, o aeroporto é super pequeno. A Jaya já tava dando sinal de que estava cansada. Peguei a mala e saímos do aeroporto e fomos até o lugar onde se pega o ônibus pro lugar onde aluga o carro, por sorte quando chegamos lá tava sem fila. Foi quando eu percebi que tinha esqueci o assento da Jaya, acabei alugando um. Nesse ponto ela já tava resmungando. Quando fui colocar o assento no carro, eu já tava cansada e frustrada por ela. Não consegui colocar o assento carregando ela no colo, ela não queria que eu a colocasse no chão, fui então pedir ajuda pra mulher que me deu o assento e ela me disse "não posso te ajudar, tem um manual atras que você tem que ler", isso eu sozinha com um bebe chorando. Quando tava voltando pro carro, um senhor me viu e foi me ajudar e consegui colocar o assento e as crianças no carro. Isso já quase 6:00 da tarde, eu ainda tinha que parar no mercado e dirigir mais uma hora até nosso Airbnb no Norte da ilha. Achei um mercado no caminho e parei, comprei umas coisas e seguimos. Já tava começando a escurecer e meu GPS me levou pro lugar errado. Liguei pro dono do Airbnb e ele me ajudou a chegar na casa. A casa era ótima, tinha tudo que eu precisava e tava super bem localizada. Eu já tava totalmente exausta e com uma enxaqueca durou a viagem toda. Mas sobrevivemos, foi muito cansativo todo o processo de sair de casa e chegar até o nosso destino final, não foi fácil fazer tudo com as duas criancas sozinha, mas apesar de tudo chegamos bem. Fiz um jantar rápido e fomos dormir.



Nosso segundo dia


Acordei cedo, ou melhor a enxaqueca me acordou. O tempo super nublado e eu super frustrada, as crianças ainda tavam dormindo e eu levantei e deixei tudo pronto pra gente sair assim que eles acordassem, eu tava disposta a tentar achar o sol em algum lugar. Nesse dia a gente tinha um passeio de helicóptero marcado pras 2pm, como o voo saia do outro lado da ilha a gente tinha que sair de casa meio dia, então a nossa opção era ir pra praia de manha mesmo. As crianças acordaram umas 7am e 7:30am a gente já tava no carro, eu vi de longe um pouco de céu azul e dirigi na ) quela direção. Achei uma praia super calma e bonita, bem perto da nossa casa. Mas o tempo, longe de cooperar, mas as crianças tavam felizes brincando na água, mas uns 40 minutos depois que chegamos começou a chover forte e trovejar, eu ainda com muita dor de cabeça decidi ir embora. No caminho de volta, me ligaram cancelando o passeio de helicóptero por causa do mau tempo. As crianças dormiram no carro e eu decidi dirigir um pouco pra ter uma ideia de onde ir depois. Mesmo com chuva, o Kauai é sem duvida a ilha mais bonita do Hawaii (minha opinião). Dirigi até o final da estrada do North Shore, passei por Hanalei e cheguei ate Ha'ena, onde a estrada tava interditada até dois dias atras por conta de um alagamento ano passado que isolou o North Shore. Sem dúvida eu iria pra Ha'ena e Makua beach nos próximos dias. Na volta as crianças acordaram e eu vi uma placa que daria no Farol de Kilauea, quando a gente chegou lá tava fechado por que era Domingo, mas a gente conseguiu ver de longe e tinha uma vista bonita. Voltamos pra casa, vimos um filme e fomos dormir cedo (eu ainda com dor de cabeça!)

A primeira praia que fomos, minutos antes da chuva!

Nossa parada pra ver o Farol de Kilauea, lá no fundo


Nosso terceiro dia



Acordamos todos bem cedo, umas 6:30am, o tempo ainda nublado mas sem chuva, como eu não tinha outra opção decidi sair de casa logo, levei nosso cafe da manha pra praia e fui em direção a Makua beach (Tunnels), sempre quis ir nessa praia e hoje era o dia! Quando eu dirigi no dia anterior eu percebi que tinham pouquíssimos lugares pra estacionar, mas como chegamos cedo, ainda tava vazio. Que praia! Ainda nublado sentamos pra comer, e logo depois, o sol saiu! Nadamos, brincamos em uma cabana de folha de bananeira e tiramos muitas fotos, umas horas depois o tempo fechou outra vez. Nosso passeio de helicóptero tinha ficado pra esse dia, e mais uma vez foi cancelado. Nós 3 estavamos exaustos e fomos pra casa dormir um pouco, acabamos acordando quase 4 da tarde! Saímos pra comer e voltamos pra casa, ainda chovia muito e já tava ficando de noite, tomamos um banho de banheira e fomos dormir.

Algumas das nossas fotos de Makua Beach



Nosso quarto dia


Já tava meio obvio de que apesar da previsão do tempo ser a pior possível, as manhas eram com certeza nossa chance de achar o sol. A verdade é que a gente se apaixonou pelo Kauai, o Zion ainda nem tinha ido embora e já tava falando que tava com saudade, o lugar é surreal de lindo e tem uma energia magica. O Zion queria muito nadar em uma cachoeira, e no dia que dirigi enquanto eles dormiam no carro, eu vi uma no lado da estrada e decidi ir até lá, rezando pro sol sair, porque cachoeira já é gelada, sem sol então... Lá fomos nós, uns 35 minutos dirigindo e chegamos. Não tinha ninguém! E o sol tava batendo bem na piscina natural! É muito bom ver nossos filhos felizes, e o Zion tava numa felicidade só, já procurando uma pedra pular (eu obvio analiso antes pra ver se é fundo o suficiente e se não tem perigo). Ficamos na cachoeira (que não tinha nem uma queda, mas era sim um rio com um poço legal pra nadar) por umas 2 horas, o bendito tour de helicóptero ainda tava marcado e a gente teve que ir embora. Mas parece que foi coisa do destino, quando entramos no carro um monte de gente chegou e começou a cair um pé d'agua. Quando tava dirigindo de volta, o tour de helicóptero foi desmarcado e eu cancelei, já tava sem saco e principalmente preocupada se a Jaya iria aguentar ficar uma hora sentada no meu colo, sinceramente acho que ia ser uma baita roubada, sem contar que eu tava com um pé atras pelo mau tempo. Aproveitamos pra parar no centrinho de Hanelei pra comprar umas coisas pro jantar na loja de produto natural e tomamos um sorvete vegano. Fomos pra casa, fiz jantar, coloquei as criancas pra dormir e fui arrumar nossas malas, no dia seguinte voltavamos pra casa no final do dia e ainda queria ir pra Ha'ena bem cedo pela manha, apesar do cansaço, da dor de cabeça (sim, minha dor de cabeça dura 5 dias, obrigada hormônios!), e do mau tempo, nossa viagem tava sendo bem legal e as crianças sendo super tranquilas.




O quinto dia, dia de voltar pra casa




Com nossas malas já arrumadas e tudo pronto, saímos cedo pra Ha'ena, onde tem a praia que queriamos visitar, He'e beach. A previsão do tempo era de tempestade e eu não tava criando muita expectativa, tava bem nublado e não parecia que o sol ia aparecer. Nem colocar protetor solar antes de sair de casa eu coloquei...mas pra minha surpresa, umas 9 da manha o sol saiu bem forte! A praia que tava bem vazia, mudou de cor, a água super cristalina, as montanhas e o verde ao fundo quase fluorescente com a luz do sol, taquei protetor solar na gente e ficamos na praia até quase meio dia. A Jaya começou a se mostrar cansada e fomos embora, quando tava chegando no carro, o mundo parecia que ia desabar, muita chuva!! Mais uma vez tudo sincronizado! Foi o tempo de chegar em casa, colocar as crianças pra descansar um pouco e partimos pro aeroporto. Uma coisa é certa, a volta pra casa por algum motivo foi muito menos estressante do que a ida.


Minha conclusão sobre nossa viagem e dicas


Antes de qualquer coisa, viajar é melhor escola que qualquer pessoa pode ter, ver novos lugares, pessoas, culturas, estilos de vida e crenças, isso nem uma escola ou faculdade vai ter proporcionar, digo por experiencia propria Sempre estudei nas melhores escolas e frequentei 3 faculdades. Nada se compara com o conhecimento que adquiri nas minhas viagens. Por isso acredito que viajar com crianças, apesar de ser mais desafiador que somente com adulto vale muito a pena. As memorias e lembranças das viagens, mesmo com pouca idade irão ficar pra sempre.

Meus filhos são muito obedientes, e única hora que é mais difícil de lidar com eles é quando eles estão trancados em casa. Como acordamos muito cedo todos os dias e ficamos ate a metade do dia na praia, na hora que voltavamos pra casa eles já estavam exaustos de tanto brincar e nadar, o fato de terem gasto energia fez muita diferença nas horas que passamos em casa. Aqui vão alguns pontos que acho valido compartilhar pra quem quer viajar com crianca pequena:

  • Crianças ficam felizes com pouco, principalmente em contato com a natureza, eles não ligam se ta chovendo, na verdade isso acaba virando motivo de alegria.

  • Menos é mais. Leve o minimo de coisa possível. Eu sei que crianca suja muita roupa, levei uma muda de roupa pra cada por dia, e ainda trouxe coisa sem ser usada pra casa. E se você for ficar em um lugar onde pode lavar roupa, leve menos ainda. Minha dica é levar peças que combinem entre si e que dê pra fazer looks diferentes, assim não parece que as fotos foram tiradas todas nos mesmo dia.

  • Tenha sempre algo pras crianças beliscarem, as vezes quando eles começam a ficar muito agitados eu dou algo pra eles comerem, frutas frescas, barrinhas (das sem açúcar e milhares de ingredientes, por favor) frutas desidratadas, castanhas, biscoitinho de folhas algas marinha (não sei se tem no Brasil, aqui chama sea weed). Qualquer coisa nutritiva que eles gostem vale.

  • Interaja com eles enquanto explora o lugar, mostre coisas simples, como uma teia de aranha, e estimule eles a te mostrarem qualquer coisa que eles achem interessante, pode ser ate o som de algum animal, pare, escute, vivencie tudo com eles. Crianças são como esponjas e absorvem tudo muito fácil, assim que eles vão criar aquelas memorias que vão levar pro resto da vida. Isso não precisar ser num lugar com natureza, vale pra cidades também, tudo que você achar interessante,compartilhe!

  • Respeite os horarios das criancas. Meus filhos (principalmente a Jaya) ainda dormem depois do almoço, com a chuva praticamente todos os dias no meio do dia, eu pude ir pra casa e colocar eles pra dormir. Mas eu tava preparada pra botar ela pra descansar na praia se fosse preciso, com uma barraca de praia normal e uma canga grande. Zion não dormiria na praia mas com quase 5 anos ele consegue aguentar sem dormir durante o dia.

  • A casa que a gente ficou tinha algumas coisas pras crianças, quebra cabeças e alguns livros de colorir e lápis de cor. Eu não tinha pensado nisso, mas manteve os dois ocupados por algum tempo. Da próxima vez que eu viajar vou levar livrinhos pra colorir e lápis de cor, não ocupa espaço e uma ótima atividade pra passar o tempo.

  • Relaxe, divirta-se e tire muitas fotos e vídeos! Não vou mentir, me estressei demais sem motivo, apesar de tudo foi muito bom passar um tempo sozinha com meus filhos num lugar novo pra nos 3. Essa foi minha grande lição, relaxar mais e me preocupar menos! Porque no final tudo dá certo!

Felicidade estampada no rosto

Se você tem dicas de como fazer a experiencia de viajar com criancas mais fácill e prazerosa, compartilhe nos comentarios! Se tiver duvidas e perguntas também, responderei com todo prazer!

84 views0 comments

Recent Posts

See All